Respostas
B. Piropo
Anteriores:
< Hardware >
Volte de onde veio
01/03/2007

< O que é realmente SATA II? >


P: Comprei um HD SATA II 160 GB Seagate ST3160811AS, mas tenho dúvidas se a minha Placa-Mãe aceita trabalhar com SATA II. A Placa é uma Intel D865GSA. Já estive no site da INTEL e não ajudou em nada.

João Batista Galeão - São Gonçalo/RJ  

R: A resposta curta: sua placa aceita, mas não suporta seu novo disco rígido. Isso significa que se você quiser usá-lo, a placa o aceitará, o disco funcionará, mas a transferência de dados será feita duas vezes mais devagar do que ele é capaz de sustentar. A resposta mais elaborada e a razão por você não a haver encontrado por seus próprios meios: há no mercado uma confusão (proposital e mal intencionada) sobre o que é SATA II. Existem duas versões do padrão SATA (acrônimo de Serial ATA), a interface serial de alto desempenho para discos rígidos. A mais antiga transfere apenas 150 MB/s (Megabytes por segundo), ou 1,5 Gb/s (Gigabits por segundo; cada byte transferido é formado por seus oito bits mais dois de controle, por isso 1 MB/s = 1 Gb/s). A mais nova atinge o dobro desta taxa, 300 MB/s. A forma correta de designá-las é SATA 150 e SATA 300, respectivamente. Mas como elas apareceram nesta ordem, há quem as chame de SATA I e SATA II. Acontece que a organização que criou ambos os padrões chamava-se SATA II, o que fazia com que qualquer HD aderente ao padrão pudesse ser chamado assim. E com isto alguns vendedores mal intencionados passaram a chamar seus discos SATA 150 (primeira versão do padrão) de SATA II alegando ser este o nome da organização que estabeleceu o padrão. Isto causou tamanha confusão que a organização mudou seu nome para SATA IO, acrônimo de Serial ATA International Organization, como ela mesma informa em < www.sata-io.org/namingguidelines.asp >. Então vamos por partes. No sítio da Seagate consta que seu HD ST316081AS é da linha Barracuda 7200.9 com 160 GB de capacidade e padrão SATA 3Gb/s (portanto SATA 300, aceitando taxa de transferência de dados de 300 MB/s). O da Intel informa que sua placa-mãe D865GSA é uma placa para Pentium 4 e Celeron D (soquete LGA775) cujo suporte a armazenamento se limita a conectores “SATA 150 e Ultra ATA 100”. Ou seja: como os conectores são idênticos, você pode usar seu HD em sua placa-mãe e o sistema irá funcionar perfeitamente, porém transferindo apenas 150 MB/s devido às limitações da placa-mãe, já que segundo a Intel esta é a taxa máxima suportada por ela.

B.Piropo - [ [email protected] ] 

 

 


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright © Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora