Respostas
B. Piropo
Anteriores:
< Hardware >
Volte de onde veio
14/10/1999

<Placa de vídeo e monitor>


P: Placa de vídeo e monitor podem ser incompatíveis? A placa pode melhorar a qualidade do monitor?
R: Placa e monitor trabalham em conjunto. Podem, sim, ser incompatíveis: o monitor precisa suportar as freqüências (horizontal e vertical) geradas pela placa. Mas a placa não influi na "qualidade" do monitor. Quando não são compatíveis, simplesmente não funcionam juntos. Quando são, a placa é responsável pelas características da imagem (resolução e número de cores) enquanto o monitor é responsável pela qualidade da imagem.


P: Possuo um monitor Videocompo com dot pitch 0.28mm e uma placa de vídeo com 1 Mb de memória. Se eu trocar a placa de vídeo por uma com 2 Mb, a minha resolução vai melhorar? Será preciso trocar de monitor?
R: Em princípio, aumentando a memória de vídeo você poderá aumentar a resolução e/ou o número de cores mostradas simultaneamente na tela. Uma tela exibida em um monitor é composta por um conjunto de pontos individuais, ou pixels, cada um de uma cor. Estes pontos se dispõem na tela sob a forma de um conjunto de linhas horizontais. A "resolução" é o total de pontos, em geral expressa em termos do produto do número de pontos de uma linha horizontal pelo total de linhas da tela. Por exemplo: a resolução padrão da tela VGA é 307.200 pontos distribuídos em 480 linhas de 640 pontos cada e costuma ser expressa pelo produto "640x480". Hoje em dia são comuns as telas Super VGA (SVGA) com resoluções de 800x600, 1024x768 e 1280x1024 pontos. Cada ponto, ou pixel, pode assumir uma cor dentre um certo total de cores que podem ser exibidas simultaneamente. Os números de cores usuais são 16, 256, 64K e 16M. Quando se usa tela de 16 cores, para armazenar as 16 cores possíveis de cada ponto bastam 4 bits, ou 1/2 byte. Então, para saber quanta memória é necessária para armazenar uma tela VGA em 16 cores basta multiplicar o número de pontos pelo número de bytes necessários para armazenar a cor de cada ponto, no caso 640 x 480 x 1/2, cujo resultado é 153.600 bytes, ou 150K (cada K vale 1024 bytes). Para exprimir uma dentre 256 cores são necessários oito bits (um byte) por pixel, para 64K cores são necessários 16 bits (2 bytes) por pixel e para 16 milhões de cores (16M) são necessários 24 bits (3 bytes) por pixel. Estes dados permitem calcular a memória necessária para telas de qualquer resolução e qualquer número de cores. Por exemplo: para uma tela SVGA com resolução de 1024x768 pontos e 64K cores são necessários 1024 x 768 x 2 bytes, ou seja 1,5Mb (portanto, uma placa de 2Mb de memória é adequada). Já "dot pitch" é o nome técnico que se dá ao diâmetro de cada um destes pontos e por estranho que pareça, nada tem a ver com a resolução, mas sim com a nitidez (foco) da imagem. E não basta saber o dot pitch para saber se um dado monitor é compatível com uma certa placa de vídeo. É preciso conhecer as freqüências horizontal e vertical com que a imagem é projetada na tela, dado que você não forneceu. Mas em princípio, se seu monitor é do tipo multifrequencial (ou multisynch), provavelmente é compatível com sua nova placa de vídeo.

B. Piropo

 

 


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright © Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Soluções ED