Escritos
B. Piropo
Jornal o Estado de Minas:
< Coluna Técnicas & Truques >
Volte de onde veio
07/04/2005
< Acelerando a partida >

A partida da máquina é uma sucessão de tarefas que se inicia com um teste de todos os dispositivos instalados (denominado POST, de “ Power On Self Test”, ou autoteste de partida) e culmina com a carga do sistema operacional e demais itens de inicialização (incidentalmente: há duas semanas esta coluna ensinava como identificar os itens de inicialização usando o utilitário Msconfig.Exe e alguns usuários de Windows NT/2000 comentaram que estes sistemas não incluem o referido programa; para eles informo que a versão desenvolvida para Windows XP roda sem problemas em 2000 e NT 4 e pode ser obtida gratuitamente em < www.perfectdrivers.com/howto/msconfig.html >).

Tem gente que gostaria que o processo fosse mais rápido. Considerando seu grau de complexidade, não dá para acelerá-lo muito. Mas sempre pode-se evitar que seja retardado por ajustes malfeitos no “setup” da máquina ou por um Registro muito carregado.

O “setup” é um conjunto de informações fornecidas ao hardware que, entre outras coisas, ajusta certos procedimentos que podem retardar desnecessariamente a inicialização do sistema. Em geral se tem acesso aos ajustes do “setup” premindo a tecla Del logo após ligar o micro (algumas máquinas usam uma combinação de teclas diferente; verifique no manual de sua placa-mãe). As alterações que podem contribuir para acelerar a partida são:

- Ajuste corretamente a entrada “ Boot Sequence” trazendo para o primeiro lugar o disco rígido de onde o sistema operacional é carregado, em geral o HD 0 (zero). Isto evita o desperdício de tempo procurando o sistema em outros dispositivos, notadamente o drive A;

- Habilite (enable) o ajuste “Quick Power On Self Test”. Isso simplifica o procedimento do autoteste de partida, reduzindo sua duração;

- Desabilite (disable) o ajuste “Boot Up Floppy Seek”. Isso evita que o sistema gaste alguns segundos inspecionando seu drive de disquete;

- Desabilite (disable) ou regule para zero o ajuste “Boot Delay”. Esse parâmetro retarda ligeiramente o procedimento de partida para permitir que os discos rígidos atinjam o regime de rotação plena.

O Registro, por sua vez, é um banco de dados interno usado por Windows para armazenar informações sobre o hardware e configuração dos programas instalados. Ele é montado e inspecionado cada vez que a máquina é inicializada. Ocorre que o conteúdo de nossos micros é dinâmico. Programas vêem e vão. E mesmo quando o procedimento de desinstalação é feito corretamente, muitas vezes sobram resíduos nas entradas do Registro. Por isso é sempre recomendável efetuar uma verificação periódica de seu conteúdo para eliminar o “lixo” porventura acumulado. Há alguns utilitários comerciais desenvolvidos especialmente para esse fim, com diferentes graus de complexidade e flexibilidade. Se você dispõe de um desses, use-o regularmente. Mas, se não dispõe, sugiro um que, embora extremamente simples e pouco flexível, apresenta duas vantagens consideráveis: a primeira é que foi desenvolvido pela própria Microsoft, portanto há de se entender bem com Windows. E a segunda é que é gratuito. O programa chama-se RegClean e pode ser obtido em < http://download.com.com/3000-2094-881470.html >.

Clique e amplie...

Vá até lá, baixe Regclean.Exe, um arquivo comprimido auto-extraível de menos de 800K, crie um diretório para ele, rode o programa e extraia o executável RegClean.Exe. Para fazer uma limpeza no Registro, basta executá-lo. Não é necessário fornecer dado algum: ele entra em ação, examina o Registro e, se constatar erros, exibe a tela mostrada na Figura, solicitando permissão para consertá-los. Clique no botão “Fix Errors” e seu Registro será limpo. Se as alterações porventura vierem a prejudicar o funcionamento da máquina ou de um de seus aplicativos, poderão ser desfeitas acionando o arquivo “Undo...” criado pelo próprio RegClean antes de efetuar as mudanças.

Aí está uma forma simples de tentar melhorar o desempenho de sua máquina. Se funcionar, aceito os agradecimentos. Se algo der errado, reclame com a Microsoft. Afinal, além de criar Windows, foi ela que desenvolveu o RegClean...

B. Piropo


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]