Escritos
B. Piropo
Jornal o Estado de Minas:
< Coluna Técnicas & Truques >
Volte de onde veio
30/06/2005
< Postura >

Se você está lendo esta coluna, há uma razoável probabilidade que passe regularmente algumas horas por dia diante de um computador. Se é assim, diga-me lá: costuma sentir dores nas costas? Nas articulações? Nos olhos? Dores de cabeça freqüentes? Dormência? Formigamentos? Dificuldade em dobrar um ou mais dedos de uma das mãos mesmo quando não está usando o computador? Se a resposta é afirmativa, meu amigo, cuidado. É provável que a forma pela qual você usa o computador esteja prejudicando sua saúde. Corrigi-la pode evitar muita dor de cabeça – no sentido lato e no estrito.

A primeira providência é sentar-se corretamente. E, nesse contexto, “correto” significa não apenas saudável como também confortável. Escolha uma cadeira com encosto e altura do assento regulável. Ajuste o encosto para apoiar a parte inferior das costas e a altura do assento de forma a manter os pés solidamente apoiados no chão enquanto trabalha. Se por acaso a altura da mesa exigir que você levante o assento para poder teclar com conforto, levante-o tanto quanto necessário, mas providencie um apoio para os pés. Não os deixe “pendurados” no ar.

E, por falar em teclar com conforto: o teclado deve ficar quase na mesma altura de seus cotovelos, de modo que você possa manter o braço na vertical, o antebraço na horizontal e os pulsos esticados para a frente (nunca dobrados) enquanto digita. E o mouse deve estar na mesma altura do teclado. O ideal é usar uma mesa com plataforma de altura regulável para o teclado e mouse.

O teclado ideal deve ter um apoio para as mãos. Se você se acostumar a trabalhar com a parte da mão junto ao punho permanentemente apoiada no teclado, além de se cansar menos vai diminuir significativamente a probabilidade de adquirir uma tendinite.

Finalmente, o ponto mais importante: o monitor. Um monitor de má qualidade em posição inadequada pode não apenas prejudicar sua visão como causar sérios problemas a sua coluna vertebral. Ajuste o monitor de tal forma que a tela fique a cerca de meio metro de seu rosto, com seu terço superior na altura dos seus olhos ou pouco abaixo. Ajuste a inclinação do monitor de tal modo que a tela fique perpendicular à sua linha de visão. Se seu trabalho exige que você consulte documentos enquanto digita, use um porta documentos que possa manter aproximadamente à mesma distância que o monitor e aproximadamente na mesma altura. Nesse caso, desloque o monitor ligeiramente para o lado de modo que você não tenha que manter a cabeça “torta” tanto quando dirige o olhar para a tela quanto para o documento.

Use um monitor de boa qualidade, que produza uma imagem livre de tremores, bem focalizada e de boa resolução. Qualquer dinheiro gasto a mais em busca disso é bem empregado, já quem beneficiará a saúde de seus olhos, que não tem preço. Regule o brilho e contraste para mostrar os detalhes da tela sem ofuscar. Ajuste a iluminação do ambiente de modo a evitar luz natural ou artificial sobre a tela, que pode causar reflexos. E não esqueça de limpar a tela (e, se for o caso, seus óculos) regularmente.

Finalmente: por maior que seja a urgência do trabalho, por mais interessado que esteja no joguinho ou por mais instigante que esteja a conversa rolando na sala de bate-papo, conceda a si mesmo pausas regulares. Pare de trabalhar, levante-se, acione a musculatura, deixe o sangue irrigar seus membros.

Seu corpo, como o computador, é uma máquina maravilhosa. Mas, ao contrário do micro, seus componentes são muito mais delicados e não dá para trocá-los quando não mais funcionam direito. Nesse caso, manutenção preventiva é o melhor caminho. Cuide-se.

B. Piropo


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]