Escritos
B. Piropo
Jornal o Estado de Minas:
< Coluna Técnicas & Truques >
Volte de onde veio
21/09/2006
< Refazendo URLs “quebrados” >

Acontece comigo, acontece com todo o mundo, certamente já aconteceu com você: receber uma mensagem de correio eletrônico contendo um atalho (“link”) com um URL (Uniform Resource Locator, ou “endereço de Internet”) longo demais para uma única linha e que, por isso, aparece “quebrado” em duas ou mais delas, como na figura.

Algumas vezes isso não gera inconveniente algum: basta clicar sobre o atalho no próprio corpo da mensagem que, mesmo “quebrado”, ele mantém sua funcionalidade: abre o programa navegador e salta diretamente para o sítio. Mas há casos em que o atalho recusa-se a funcionar como tal, já que apenas uma das linhas vem formatada corretamente e em geral um clique nela não produz qualquer resultado aproveitável. A solução óbvia é abrir o programa navegador e transcrever o atalho para sua caixa de endereços digitando laboriosamente caractere a caractere. Mas como URLs assim “quebrados” costumam ser longos, o procedimento é trabalhoso e sujeito a erros.

Há, no entanto, uma forma mais prática: copiar para a Área de Transferência cada trecho do URL do corpo da mensagem (selecionando a linha correspondente e teclando Ctrl+C ou Ctrl+Ins) e colá-los sucessivamente (com Ctrl+V ou Shift+Ins) na caixa de endereços do programa navegador. O truque é não deixar qualquer espaço entre os trechos colados e não “perder” qualquer caractere no processo: após colar cada trecho na caixa de endereços e copiar o seguinte na Área de Transferência, clique com o mouse no interior da caixa de endereços, mova o cursor para o final da linha teclando “End” e elimine qualquer eventual espaço antes de colar o próximo trecho. Não importa se o URL a ser colado é mais longo que a “largura” da caixa de endereços e ao teclar “End” seus primeiros caracteres desaparecem à esquerda: ainda assim o URL manterá sua integridade e, ao terminar as operações de copiar e colar, basta passar para o programa navegador e teclar ENTER que você será levado ao sítio correspondente ao URL.

Este é o truque de hoje. Simples, mas que pode ser muito útil. Há, porém, mais um achado que eu gostaria de compartilhar com vocês. De utilidade relativamente limitada, é verdade, já que servirá apenas àqueles que têm uma certa intimidade com o idioma inglês, mas nem por isso menos útil: o sítio Spotback, um inesgotável e incomparável manancial de notícias sobre qualquer assunto. E, ainda por cima, inteiramente gratuito.

Seu URL é < http://spotback.com >. Para usar, basta visitá-lo e selecionar os temas de sua preferência. Você pode fazer isso anonimamente, escolhendo os temas a cada visita: assim que o acesso é feito, aparece uma tela com quatro caixas de texto que você deve preencher com os temas que mais lhe interessam (há uma lista na tela, mas você pode escolher o que melhor lhe aprouver; para testar, apelei para os temas mais exóticos e todos foram aceitos). Clique em “Continue” e você será levado a uma página repleta de atalhos para as últimas notícias publicadas em sítios e blogs da Internet, com destaque para aquelas que se referem aos temas que você selecionou, ordenadas de acordo com “notas” dadas pelos demais usuários que se interessam pelos mesmos temas (o que inclui você: se achou uma notícia particularmente interessante, com um único clique pode atribuir a ela uma “nota” que quantifique seu interesse).

Mas o ideal é, depois que a seleção for feita, clicar em “Register” e cadastrar um nome de usuário e senha (só isto; o sítio pede outros dados, mas são todos opcionais, inclusive seu endereço de correio eletrônico). Isto feito, a cada novo acesso, sempre que você entrar com os dados cadastrados o Spotback “lembrará” sua seleção de assuntos e lhe mostrará uma impressionante coleção de notícias sobre eles.

Como eu disse, a utilidade é limitada já que os textos são em inglês (e, tanto quanto eu saiba, não há como alterar isto). Mas para quem tem algum conhecimento deste idioma, está interessado em se manter atualizado sobre qualquer assunto e tem pouco tempo para investir em pesquisas, o Spotback é um achado e tanto...

Figura 1

B. Piropo


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]