Escritos
B. Piropo
Jornal o Estado de Minas:
< Coluna Técnicas & Truques >
Volte de onde veio
15/11/2007
< Assustando abelhudos >

A evolução da tecnologia tem desdobramentos interessantes. Há alguns anos, quem quisesse descobrir os segredos de uma adolescente teria que recorrer a seu “diário”, um caderno de capa enfeitada onde cada página começava com um “Meu querido diário...” e ao qual as meninas confidenciavam seus mais recônditos pensamentos (sei não, nunca vi um desses; será que, mesmo nos longínquos tempos de minha adolescência que já se perdem nas brumas do passado, havia meninas que realmente escreviam diários assim?). Já hoje, para saber os segredos de qualquer adulto, mesmo os mais “cabeludos” (me refiro aos segredos, não aos adultos), basta fazer “logon” em seu (dele) computador.

O que, indiscutivelmente, é uma fonte de preocupações, seja no escritório, onde nem tudo que seus discos rígidos contêm deve ser do conhecimento dos colegas, seja em casa – e neste caso sequer vou me dar ao trabalho de explicar o porquê.

É claro que existem dispositivos de segurança, senhas, programas e o diabo a quatro cujo objetivo é proteger nossos dados de olhares curiosos. E é igualmente claro que por mais restritivas que sejam as providências tomadas, sempre haverá um jeito de burlá-las. Portanto, se você quer mesmo ter certeza que certas informações jamais cairão em mãos indevidas, abstenha-se de armazená-las em computadores.

Mas se tudo o que você deseja é enxotar amadores curiosos e assustá-los um pouquinho caso venham a tentar invadir seus segredos digitais, tem jeito. Um jeito meio besta, é bem verdade, mas que sempre pode ajudar. Principalmente se o bisbilhoteiro não for versado nas artes da computação e tiver sido impelido por mera curiosidade ou por aquele monstro de olhos verdes chamado “ciúme”. E o jeito é simples: criar uma mensagem a ser exibida no final do procedimento de inicialização da máquina, imediatamente antes do “logon”, avisando que a tentativa de invasão será registrada e que o verdadeiro proprietário da máquina tomará conhecimento dela.

A coisa é simples. Abra a janela “Ferramentas Administrativas” (em Windows XP: Menu Iniciar >> Painel de controle >> objeto “Desempenho e manutenção”; em Windows Vista: Menu Iniciar >> “Todos os programas” ou simplesmente digite “ferramentas administrativas” na caixa “Iniciar Pesquisa”) e clique em “Diretiva de segurança local” (no Vista, será necessário autorização do Administrador). No painel da esquerda, abra o ramo “Diretivas locais” clicando sobre ele e execute um duplo clique em “Opções de segurança” para mostrar suas opções no painel direito.

Clique apra ampliar...
Figura 1 - Clique para ampliar

Agora, é entrar com o título e o texto da mensagem. Procure, no painel direito, pela entrada “Logon interativo: texto de mensagem para usuário tentando fazer logon” e execute um duplo clique sobre ela. Isto fará se abrir a janela correspondente com uma caixa onde se pode entrar o texto desejado. Que pode ser algo genérico, como o texto da figura, ou mais específico, destinando a mensagem diretamente para o provável bisbilhoteiro, o que talvez assuste um bocadinho mais. Saia com OK e repita o procedimento, desta vez clicando em “Logon interativo: título da mensagem para usuário tentando fazer logon” e entre com o título que deseja que apareça na janela.

Isto é tudo. Da próxima vez que a máquina for ligada ou reinicializada, imediatamente antes da tela do “logon”, aparecerá a mensagem exibida na figura (em Windows Vista a mensagem será menos “chamativa”, mas será igualmente exibida). É claro que nenhum registro será feito e você jamais saberá se houve ou não alguma tentativa malsucedida de “logon”. Mas pode ser que a simples exibição da mensagem assuste o bisbilhoteiro...

Figura 2

B. Piropo


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]