Escritos
B. Piropo
Jornal o Estado de Minas:
< Coluna Técnicas & Truques >
Volte de onde veio
04/09/2008
< Hibernando >

Hibernar é um recurso ao qual recorrem alguns animais para atravessarem o inverno entorpecidos e acordarem lépidos e fagueiros meses depois como se a vida tivesse continuado sem percalços e apenas algumas horas houvessem transcorrido. Por isso deram este nome à funcionalidade que permite a certos sistemas operacionais desligarem alguns computadores de tal forma que, ao serem religados, reassumam o estado em que estavam quando hibernaram e continuem funcionando como se nenhuma interrupção houvesse ocorrido.

Note que eu me referi a “certos sistemas operacionais” e “alguns computadores” porque nem todo o sistema operacional (SO) suporta hibernação e, mesmo os que suportam, dependem de características da máquina para consegui-lo. Portanto, para recorrer à hibernação é necessário dispor da combinação certa de máquina e SO.

A hibernação não foi concebida para ser usada sempre que se desliga a máquina. Ao contrário: deve-se recorrer a ela apenas quando for preciso interromper o trabalho abruptamente e se pretenda retomá-lo do mesmo ponto algum tempo depois. Embora hoje presente na maioria das máquinas de mesa, ela foi criada para computadores móveis tipo “notebook”. Quando é necessário interromper o trabalho para, digamos, embarcar no avião ou trocar a bateria, põe-se a máquina para hibernar e, ao religá-la, pode-se retomar a faina exatamente do ponto em que foi interrompida.

As versões de Windows Vista e XP suportam hibernação. Se bem que não em qualquer máquina. Em Windows Vista é fácil descobrir se o suporte é oferecido: basta abrir o menu Iniciar e clicar na pequena seta voltada para a direita na extremidade de sua primeira linha (ver figura). Se a entrada “Hibernar” estiver presente no menu que então se abre, a máquina – seja ela portátil ou de mesa – suporta a função.

Mas como ela é possível? Dada a natureza volátil da memória primária (ou memória RAM), que ao ser desligada perde os dados que armazena, como fazer uma máquina desligada retornar da hibernação com a memória aparentemente incólume? A coisa é mais simples do que parece. Toda a mágica se resume em copiar em um arquivo no disco rígido, bit a bit, o conteúdo da memória antes de efetivamente desligar o micro. E, ao religá-lo, transpor novamente os dados do arquivo de hibernação exatamente para as posições previamente ocupadas na memória antes de hibernar.

Até aí tudo bem. Mas o que fazer quando, em uma máquina que sabidamente suporta a hibernação, se é impedido de usá-la porque, sem mais aquela, a opção “Hibernar” desapareceu misteriosamente do menu de Vista?

Se isto ocorreu, provavelmente deve-se a uma falha de Vista que faz com que o utilitário “Limpeza de discos” da entrada “Ferramentas de sistema” da opção “Acessórios” do menu Iniciar elimine, juntamente com os arquivos imprestáveis, o precioso arquivo de hibernação. E, sem ele, não é possível acionar a função.

Mas calma que, desde que você tenha certeza que a máquina suportava a hibernação antes do desaparecimento da entrada, é possível fazê-la retornar. Abra o menu Iniciar e, na caixa “Iniciar Pesquisa”, digite “command” (sem aspas) e tecle ENTER. Aparecerá uma janela contendo atalhos para o “Prompt de comando”. Clique com o botão direito em um deles e, no menu que se abrirá, escolha “Executar como administrador” (talvez seja solicitada senha) para abrir a janela do “Prompt de comando”. Nela, digite “powercfg /hibernate on” (assim mesmo, porém sem aspas, e respeitando os espaços) e tecle ENTER. A opção “Hibernar” deverá estar disponível após a próxima inicialização.

Figura 1

 

B. Piropo


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]