Escritos
B. Piropo
Jornal o Estado de Minas:
< Coluna Técnicas & Truques >
Volte de onde veio
04/03/2010
< Usando os Favoritos >

Os usuários de Windows 7 devem ter notado o grupo “Favoritos” no topo do painel esquerdo da janela do Windows Explorer (assinalado na janela “1” da figura). Por padrão ele contém apenas os itens “Área de Trabalho”, “Downloads” e “Locais”. Este grupo pode ser muito útil para quem o usa rotineiramente. Mas, tanto quando me é dado saber, não é. E não é porque a maioria dos usuários de Windows 7 não o usa. E não usa porque não se deu conta de que pode acrescentar a ele tantas entradas quantas desejarem.
Antes de ver como incluir entradas, vamos examinar sua configuração padrão. A primeira entrada exibe todos os objetos contidos na Área de Trabalho de Windows. Há quem ache que sua presença é redundante, já que os objetos de mais fácil acesso da interface de Windows são justamente os que permanecem na Área de Trabalho. Ocorre, porém, que na maior parte do tempo a Área de trabalho está toda ou parcialmente oculta pelas janelas abertas, o que faz com que a entrada dos Favoritos ganhe alguma utilidade. Quanto a mim, confesso que prefiro ter acesso a estes itens mantendo a barra de ferramentas “Área de Trabalho” visível na Barra de Tarefas (se desejar fazer o mesmo, clique com o botão direito do mause sobre a Barra de Tarefas, selecione a opção “Barras de ferramentas” e marque a entrada “Área de Trabalho).
A segunda, “Downloads”, dá acesso à pasta de mesmo nome pertencente ao usuário corrente (geralmente “C:\Users\SeuLogin\Downloads”, onde “SeuLogin” é o nome que você usa para registrar-se – ou “fazer login” – em Windows), usada por padrão para gravar os arquivos transferidos para sua máquina (“baixados”) de fontes externas, especialmente da Internet. Sua utilidade depende principalmente da frequência com que ser faz acesso a esta pasta.
Resta a terceira entrada, “Locais”. Ela nada mais é que uma lista, continuamente atualizada, dos locais (no caso, pastas dos dispositivos de armazenamento) visitados mais recentemente. É útil, naturalmente. Mas também, parodiando aquela personagem de Chavez, o bufão (me refiro ao mexicano), não é nada que se diga “Ah! Que maravilha de entrada”.
A verdadeira utilidade do grupo vem das entradas que lhe podem ser acrescentadas. Acontece que, pelas indagações que fiz entre alguns amigos que usam Windows 7, pouca gente sabe como fazer isto (mesmo porque a MS engendrou uma forma pouco intuitiva para fazê-lo). O que torna a utilidade do grupo limitada às três entradas padrão. Vejamos como mudar isso.
Para incluir uma pasta no grupo Favoritos navegue até ela no próprio Windows Explorer. Repare, na caixa exibida no alto da janela “2” da figura, assinalada pela seta, que eu naveguei até a pasta “A_A_PP2010”, aquela que guarda os arquivos correspondentes à seção “Pergunte ao Piropo” deste ano (por que o “A_A” no início? uma “dica” dentro de uma “dica”: para que ela apareça sempre no início das listas ordenadas alfabeticamente). Em lá chegando, clique com o botão direito sobre o nome do grupo “Favoritos” do painel esquerdo (assinalado pela seta) para abrir seu menu de contexto como mostrado na figura e clique na entrada “Adicionar local atual a Favoritos”. É o que basta.
A partir de então, como mostra a janela “3”, a pasta aparece entre as entradas de “Favoritos” (juntamente com outra que eu havia adrede incluído). Faça isso com as pastas que você costuma acessar com maior frequência (mas não abuse; selecione apenas as de acesso realmente frequente) e veja como fica mais fácil achar os arquivos que precisa para trabalhar.

Clique apra ampliar...
Figura 1 - Clique para ampliar

 

B. Piropo


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]