Escritos
B. Piropo
Jornal o Estado de Minas:
< Coluna Técnicas & Truques >
Volte de onde veio
08/04/2010
< Você está sendo filmado >

Primeiro o fato: no final de junho de 2009, durante uma exibição da banda “O Troco” em uma casa de espetáculos de Salvador, a professora de educação infantil J.C., de 28 anos, e duas outras jovens, aceitaram o convite de Mário Brasil, vocalista da banda e compositor da música “Todo enfiado”, para subir ao palco e se exibir para o público presente. A moça – que mais tarde declarou a um jornal local que na ocasião não estava em suas “condições normais” por haver ingerido alcool – aceitou o convite e, não se fazendo de rogada, executou uma coreografia que, no mínimo, pode ser classificada como muito sensual. E bota sensual nisso.
Agora, os desdobramentos. Houvesse o fato ocorrido há, digamos, vinte anos, suscitaria alguns comentários de seus poucos conhecidos ali presentes e, quem sabe, uma ou outra censura das costumeiras vizinhas fofoqueiras, logo tidas como maledicentes. E seria esquecido. Mais tarde, se ainda lembrado, provocaria no máximo um sorriso encabulado da menina diante de um ou outro comentário malicioso dos amigos e não passaria disto. Mas os tempos mudaram.
Hoje, tudo o que se faz em qualquer lugar público pode ser filmado, gravado ou fotografado. Em recintos como bancos, repartições, entradas de edifícios comerciais ou particulares, nem duvide. Com ou sem aquele execrável aviso pedindo um sorriso, fique certo: você está sendo filmado. Em outros locais, como casas de espetáculos, veículos coletivos ou até mesmo nas vias públicas, talvez você escape. A menos que esteja, à exemplo da professora lá de cima, fazendo algo que chame a atenção dos circunstantes. Neste caso, não importa em que ambiente você esteja, haverá com certeza um pilantra com um desses telefones celulares que “fazem tudo” filmando seus atos. O que não teria muita repercussão caso ele guardasse o filme para si e seus amigos. Mas, como vivemos os tempos da Internet e do You Tube, não cultive esperanças vãs: seja lá o que você fizer, para o bem ou para o mal, se for algo que chame a atenção, não duvide que antes do que você espera estará na “boca do povo”.
E não deu outra. No dia seguinte o vídeo da menina estava no You Tube, onde fez um sucesso moderado. Até alguém se dar conta que aquela calipígia  e desinibida dançarina era a mesma jovem pudibunda que lecionava para seus filhos de cinco anos. Então o assunto foi levado ao conhecimento da diretora do ISO, Instituto Social Objetivo de Salvador, onde a moça exercia suas atividades (pedagógicas, não as coreográficas). O que resultou em sua demissão.
Demissão que  virou notícia e foi publicada em um jornal de Salvador. Daí para a televisão, foi um pulo. Primeiro em um programa local, depois em cadeia nacional, num desses programas populares veiculados à tarde, que indagava se a demissão foi justa, com votação do público e tudo o mais a que tinha direito. O que fez o vídeo da menina “estourar”: com três semanas de exibição na Internet, ultrapassou a marca das cem mil visitas. Um sucesso. E ainda pode ser encontrado (faça uma busca no Google com os termos: professora “todo enfiado” “you tube”, assim mesmo, mantendo espaços e aspas, e escolha um entre os mais de dez mil retornos para, conforme seus critérios, deliciar-se ou escandalizar-se com a dança – ou ambos, sei lá).
Não decidi abordar o assunto nesta coluna para questionar o comportamento da professora na casa de espetáculos. Trata-se de questão relativa a sua (dela) vida pessoal que, em princípio, só interessa a ela e seu círculo de relacionamentos e ninguém mais tem nada com isso. Nem o da diretora da escola que a demitiu. Que, segundo informações da imprensa, cumpriu suas obrigações trabalhistas e fez um acordo com a professora, portanto do ponto de vista legal nada há que discutir. Nem mesmo o fato de ter ou não sido justa a demissão.
Abordei o assunto para lembrar aos ilustres leitores que, nos tempos da Internet e You Tube, não há mais vida privada. Esteja onde estiver, tome cuidado com o que faz. E, se não tomar, pelo menos mantenha o sorriso. Afinal, é grande a chance de que você esteja sendo filmado...

B. Piropo


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]