Escritos
B. Piropo
Jornal o Estado de Minas:
< Coluna Técnicas & Truques >
Volte de onde veio
18/10/2012
< Poupando bateria no Android >

A carga da bateria de seu telefone Android está se esgotando muito rapidamente? Felizmente o sistema operacional Android permite que você descubra exatamente que programas ou serviços estão drenando energia e quanto, percentualmente, cada um deles utiliza. A função é acionada na versão Android 4.1.1 ("Jelly Bean") em "Configurações>>Bateria". Em algumas versões anteriores o caminho é "Configurações >> Sobre o Telefone >> Bateria" e talvez no seu modelo seja ainda diferente. Mas, se assim for, basta procurar nas configurações do aparelho para descobrir a forma de abrir a opção "Bateria", que lhe mostrará um gráfico semelhante ao da Figura (obtida em um Samsung Nexus S utilizando a versão "Jelly Bean" do Android).

Nela se vê, no alto, a porcentagem de carga restante e o estado do aparelho. Logo abaixo, um gráfico de linha mostra o perfil do consumo e, quase ilegível devido ao contraste da foto, mas perfeitamente legível no telefone, o tempo estimado restante da carga (no caso, 19h 15m 0s). Mais abaixo aparece um gráfico de barras horizontais com os serviços e programas que estão contribuindo para o consumo e a porcentagem de carga que cada um está drenando, em ordem decrescente (na Figura aparecem apenas cinco serviços, mas rolando a tela para cima aparecerá a lista dos demais serviços e programas que estão consumindo energia da bateria).

Como era de esperar, os maiores responsáveis pelo consumo da bateria são os serviços ligados à conectividade. No caso da Figura, a ligação sem fio (WiFi) à minha rede doméstica, o consumo da célula em espera (já voltaremos a este ponto) e o telefone são os mais vorazes. Mas se eu estivesse com a conectividade via Bluetooth ativa, com um serviço que utilizasse a localização via GPS em execução ou assistindo um vídeo enquanto ele está sendo baixado ("streaming vídeo"), seus serviços certamente apareceriam perto do topo da lista. Em seguida, vem a iluminação da tela e o uso do próprio sistema operacional. E, depois, os programas. Que, se tiverem sido desenvolvidos por um bom programador, deverão consumir pouca energia (mas é bom verificar; há programas mal feitos que nada fazem além de, por exemplo, mostrar animações na tela que são capazes de liquidar com sua bateria em poucas horas).

Porém a grande utilidade da função "bateria" não é apenas informar que serviços estão consumindo mais. Além disto, ela pode lhe prestar um inestimável serviço: permitir prolongar significativamente a duração da carga desativando os serviços mais vorazes e, eventualmente, desnecessários. Por exemplo: eu mantenho sempre a conexão Bluetooth desativada (quase não a uso) e somente ativo o WiFi quando pretendo conectar a alguma rede. Só com isto consigo um aumento considerável. O próprio consumo do telefone pode ser reduzido significativamente se você mantiver desabilitada a conexão 3G, habilitando-a apenas quando pretender acessar a Internet (procure, nas configurações de seu aparelho, pela entrada "Redes Moveis" e, nela, marque a caixa "Usar apenas redes 2G"; na versão "Jelly Bean" a entrada está em "Configurações >> Redes sem fio e outras >> Mais", porém em outras versões pode ser ligeiramente diferente; mas a opção estará sempre no início da lista de configurações).

Finalmente: o consumo da "Célula em espera". Ele corresponde ao "esforço" que o sistema operacional faz tentando obter o sinal. E merece duas observações. A primeira é que, em alguns modelos Samsung, devido a um erro da empresa, este consumo aparece absurdamente elevado. Se você estiver em um local onde o sinal é forte e o consumo da célula em espera aparece demasiadamente alto, simplesmente esqueça. A indicação está errada e o consumo é normal. A segunda: se você estiver em um local onde não há sinal ou o sinal é muito fraco, então sim, a célula em espera consumirá demasiada energia e sua carga se evaporará. Isto costuma acontecer em viagens de carro ou ônibus. Neste caso, sugiro manter o aparelho em "Modo avião" ao longo dos trechos de estrada onde, sabidamente, não houver sinal.

Figura 1



B. Piropo


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]