Escritos
B. Piropo
Anteriores:
< Artigos em O Globo >
Volte de onde veio
07/06/2004
< Wikipedia >

“Wiki”, em havaiano, quer dizer “rápido”. “Wikiwiki” quer dizer “rapidinho”, “é pra já” ou algo equivalente. No jargão da Internet, “wikiwiki” é um termo que designa um tipo muito especial de sítio da Internet (assim como o programa usado para desenvolvê-lo e editá-lo): uma coleção de páginas criadas mediante a colaboração voluntária dos visitantes. O software wikiwiki permite editar coletivamente os documentos (em hipertexto) que formam o sítio usando um sistema simples que publica imediatamente o conteúdo, sem necessidade de revisão. A qualidade final do produto, portanto, depende exclusivamente da boa vontade de quem o cria, ou seja, da coletividade.
Pois bem: usando um programa wikiwiki, a Wikimedia Foundation Inc., uma organização sem fins lucrativos baseada na Florida/EUA cujo objetivo é incentivar o desenvolvimento de projetos de conteúdo aberto, criou em janeiro de 2001 o projeto Wikipedia, uma enciclopédia baseada no conceito wiki. Começou em inglês, mas já em março de 2001 surgiram os primeiros verbetes em francês. Hoje, pouco mais de três anos depois, já abrange dezenas de idiomas (inclusive o português) e acumula quase setecentos mil verbetes, dos quais 270 mil em inglês.
Contribuir é uma coisa simples. Basta visitar o sítio. Segundo o texto explicativo da edição em português, em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikipedia:Sobre>, “qualquer um, inclusive você, pode editar o conteúdo de qualquer artigo acionando o link ‘editar esta página’ que é mostrado em quase todas as páginas do site”. O conteúdo é protegido pelo conceito de “copyleft”, absolutamente de acordo com a licença de documentação livre GNU. As contribuições são creditadas aos autores mas o conteúdo pode ser livremente reproduzido, obedecidas as regras que regem o conceito de copyleft (consulte <http://en.wikipedia.org/wiki/Copyleft>, em inglês).
Como qualquer pessoa pode alterar o conteúdo do sítio e publicar imediatamente, sem revisão, vandalismo tinha de estar incluído entre as preocupações dos mantenedores. Pois, em qualquer projeto, sempre aparece um imbecil rematado, disposto a escrever uma sandice. Mas, surpreendentemente, as ocorrências são raras e prontamente eliminadas – o que restauraria minha fé na humanidade não fossem as últimas ocorrências no Iraque, Palestina e Benfica. Mas o fato é quê, em minhas andanças pelas muitas instâncias da Wikipedia em diferentes idiomas, não tropecei em um único exemplo de vandalismo.
O fato de qualquer um poder colaborar deveria, em princípio, transformar a coisa naquilo que se costuma classificar como “a maior zona”. Surpreendentemente, não é. Há regras gerais de conduta quê, para meu espanto, são quase religiosamente respeitadas (veja-as em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikipedia:Portal_comunitário> - assim mesmo, com acento – juntamente com outros tópicos interessantes, inclusive o “Versões da língua portuguesa” com um edificante comentário sobre as diferenças do idioma nas nações em que é adotado). Se você lê inglês, vale a pena visitar <http://en.wikipedia.org/wiki/Wikipedia>, onde encontrará uma visão geral sobre o projeto, desde o histórico até uma descrição do software e hardware utilizado e atalhos para sítios correlatos.
A enciclopédia de cada idioma pode ser encontrada em <http://xx.wikipedia.org/>, onde “xx” são duas letras que designam o idioma (“en” para inglês, “it” para italiano, “es” para espanhol e assim por diante, inclusive um surpreendente “eo” para esperanto e um não menos surpreendente “zh” para chinês). Assim, a página principal da Wikipedia em português fica em <http://pt.wikipedia.org/>. Se você for até lá verá que a maior parte da colaboração é feita por participantes mais familiarizados com o português de Portugal. Quando a consultei, lá havia 7.167 artigos. Espero que quando você verificar o número tenha crescido. Inclusive, é claro, com sua colaboração.
Vá até lá. Colabore. É um projeto surpreendente, uma iniciativa maravilhosa (passei alguns minutos procurando um adjetivo mais original que melhor espelhasse minha impressão, mas não encontrei; maravilhoso é o que me pareceu mesmo mais apropriado).
Uma coisa tão formidável quê, se eu inventasse a Internet, seria exatamente para isso.

B. Piropo

 


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright © Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora