Escritos
B. Piropo
Internet:
< Coluna em ForumPCs >
Volte de onde veio
28/11/2005
< TechEd Brasil 2005 >

A Microsoft promove dois grandes eventos em escala mundial para sua comunidade de desenvolvedores e parceiros. Um deles é o PDC, Professional Developers Conference, cuja última edição foi levada a cabo em Los Angeles, CA, EUA em setembro passado. Trata-se de um evento altamente especializado, voltado especificamente para programadores, arquitetos de software e profissionais afins, onde membros desta rara espécie podem confraternizar, trocar experiências entre si e com os profissionais da MS ligados à área.
O outro é o TechEd. Como o PDC, começou sendo realizado apenas nos EUA. Depois, passou a ter edições espalhadas pelo mundo todo. No ano passado teve quinze edições em diferentes países. No Brasil é realizado desde 1999. A edição 2005 ocorreu nos dias 30/11 e 01/12 em São Paulo, nos salões de convenção do Gran Meliá. Diferentemente do PDC, voltado exclusivamente para profissionais de desenvolvimento, o TechEd, embora ainda mantendo um perfil eminentemente técnico, dirige-se também para profissionais da Tecnologia da Informação.

Figura 1: Logotipo do TechEd 2005 USA

Segundo a MS, a comunidade de desenvolvedores e profissionais de tecnologia de informação atendida por ela no Brasil atinge a cerca de duzentos mil elementos que recebem material de apoio, capacitação técnica, eventos e programas de relacionamento promovidos por ela. Por isso esperava uma participação de cerca de mil destes profissionais na edição brasileira do TechEd. Mas a afluência excedeu às expectativas mais otimistas: quase duas mil pessoas se apinharam no local do evento para assistir algumas das 84 palestras e demonstrações distribuídas por sete diferentes salas.
Como as demais edições internacionais, o TechEd se baseia na edição americana, que este ano foi levada à cabo em Orlando, Flórida, em junho passado. Mas, além disso, incorporou muitas das novidades apresentadas no PDC de setembro. O resultado foi um evento que interessa tanto a profissionais que desenvolvem soluções quanto àqueles que as implementam e gerenciam, ou seja, tanto a programadores e arquitetos quanto aos demais profissionais envolvidos com a tecnologia de informação. Pessoal que recebe conteúdo atualizado, diretamente da MS, nas salas de apresentação de palestras, demonstrações de produtos e discussões.

Figura 2: Lançamentos da MS no TechEd 2005 - Brasil

A MS aproveitou esta edição do TechEd em São Paulo para fazer o lançamento nacional de três novos produtos: o VisualStudio 2005, o SQL Server 2005 e o BizTalk 2006. E para fazer fartas demonstrações, palestras e discussões sobre seu novo sistema operacional, o Windows Vista.
Aspectos técnicos sobre os produtos certamente haverão de ser abordados por Mestre Flávio Xandó, cuja competência para tratar desses assuntos é notoriamente maior que a minha. Mas há alguns pontos interessantes que eu gostaria de abordar.
O primeiro é que, finalmente, a MS se rendeu às evidências e descobriu que a melhor arma contra a pirataria é uma drástica redução de preços. E, se possível, uma redução tão drástica que o custo chegue a zero. É verdade que velhos hábitos custam a morrer, e a versão mais cara do VS 2005 (“Team System – Cliente”) ainda custa quatro mil dólares. Mas, em contrapartida, permite modelar a infra-estrutura e o arcabouço lógico de aplicativos com tal precisão que eles podem ser validados mesmo antes de se programar uma única linha de código. Mas, na outra ponta do espectro, está a versão Express do VS 2005 que, embora limitada, permite desenvolver aplicativos completos e é a ideal para estudantes, programadores não profissionais e hobistas. Uma versão que será comercializada pelo equivalente a 49 dólares americanos em um futuro próximo mas que, por um período limitado, pode ser obtida gratuitamente no < http://msdn.microsoft.com/vstudio/downloads/default.aspx > “Microsoft Visual Studio Developer Center – Downloads and samples”. Isso mesmo, um produto funcional da MS de graça e em versão oficial.
No que toca ao SQL Server 2005, a MS foi ainda mais longe: sua versão Express pode ser obtida também gratuitamente, mas sem menção a qualquer limitação de tempo. E pode ser encontrada em
< www.microsoft.com/technet/prodtechnol/sql/2005/downloads/default.mspx >
“SQL Server 2005 – Downloads”.
Mas a mim o que realmente impressionou foram as demonstrações do Vista. Como sabem os que acompanham estas colunas, eu testei o novo sistema operacional da MS e ele me deixou uma impressão tão boa que decidi instalar a versão beta mais recente e passar a trabalhar com ele para explorar suas potencialidades. Mas explorá-las por minha conta e risco é uma coisa, assistir demonstrações levadas a efeito por especialistas é algo completamente diferente. E, no TechEd, tomei conhecimento de alguns detalhes técnicos do novo sistema operacional que esclareceram de vez qualquer dúvida que eu pudesse ter quanto ao fato de ser o Vista realmente uma evolução do XP ou apenas o mesmo bom e velho sistema de roupa nova.
A roupa é nova, sim, e particularmente bonita (brevemente falarei sobre uma característica interessante do Vista denominada “Glass” que tem a ver com a aparência, mas ajuda um bocado a quem usa o sistema no dia-a-dia). Mas o produto sofreu evoluções tão radicais que afetaram suas próprias fundações.
Mas deixe-me ficar um pouco mais íntimo dele para que possa voltar ao assunto com maior profundidade.
Até lá.

B. Piropo


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]