Escritos
B. Piropo
Internet:
< Coluna em ForumPCs >
Volte de onde veio
25/06/2012
< Resenha da Computex 2012 – II >

Esta coluna dará seguimento ao agrupamento em ordem cronológica das notas que enviei de Taipei durante a cobertura da COMPUTEX e que foram publicadas separadamente na seção "Direto da Redação" durante a feira. Hoje publico as notas coletadas nos segundo e terceiro dias de feira, seis e sete de junho passado. Então vamos a elas.

Nota 01 – DIA DE NANGANG

Hoje, seis de junho, segundo dia da COMPUTEX 2012, será o primeiro dia de visita ao Pavilhão de Nangang. E, bem sei, mal dará para percorrer metade dele que, como os demais, é subdividido em áreas de interesse. Aqui ficam os estandes de quem gosta de computadores, o hardware bruto, coisas como placas-mãe, fontes de alimentação, gabinetes e todo tipo de acessórios. No gigantesco salão de exibição do quarto piso, por onde pretendo começar, há quatro áreas: "Computadores e sistemas", com os estandes de empresas como Microsoft, Intel, AMD, Acer, Asus e MSI, "Exibidores de ultramar" ("overseas", em inglês), com Samsung, Thermaltake, Supermicro, Sandisk e NVIDIA, uma área dedicada exclusivamente aos exibidores da China Continental além de uma reservada aos estandes que representam países diversos. Haja perna e ânimo para percorrer tudo isto. E, para amenizar: todo ano mostro uma foto do pavilhão visto pelo lado de fora. Este ano decidi fazer o oposto: veja, na foto abaixo feita de dentro do pavilhão, uma vista da área em frente mostrando a linha elevada do metrô, a praça e a belíssima escultura que aparece em baixo, à direita. Bonito, não?

Figura 1: Panorama visto do pavilhão de Nangang

Nota 02 – FONTE SINGULAR

A Seasonic fabrica excelentes fontes de alimentação. Foi uma das primeiras a aderir à "Iniciativa 80 Plus" do ACEEE ("American Council for an Energy-Efficient Economy" ou Conselho Americano para uma economia energeticamente eficiente) segundo o qual é inaceitável que uma fonte de alimentação tenha uma eficiência inferior a 80%. Explicando: uma fonte de alimentação converte a energia recebida em corrente alternada da rede elétrica externa em corrente contínua que alimenta os componentes do computador. Para efetuar esta conversão, uma parte da energia é perdida, gasta na própria fonte e dissipada na atmosfera sob a forma de calor. As fontes comuns, mais baratas, chegam a perder 40% da energia e apresentam, portanto, uma eficiência de 60%. As fontes "80 Plus" devem apresentar uma eficiência igual ou superior a 80% e quanto maior esta eficiência, melhor a classificação. Há cinco classes: simples, "Bronze", "Silver", "Gold" e "Platinum". Pois bem, a Seasonic fabrica fontes de diversas classes (e diversos preços, naturalmente), todas "80 Plus". Mas este ano ela lança uma novidade singular: a fonte 520 Fanless, uma fonte de alimentação que fornece 520 W de potência real e não usa ventoinha. Aparentemente, é quase um milagre, já que é fato sabido que toda fonte de alimentação gera calor que precisa ser dissipado na atmosfera por uma corrente de ar criada por uma ventoinha. Como a Seasonic conseguiu a façanha de eliminá-la? Bem, para começar a fonte 520 Fanless é da classe Platinum, que apresenta uma eficiência de até 92%, ou seja, transforma em calor apenas 8% da potência que recebe. Depois, sua potência total é relativamente baixa (sim, pois há fontes da Seasonic que suprem demandas superiores ao dobro desta). E usam material de excelente qualidade. Repare, na foto abaixo, onde se vê a fonte 520 Fanless sob duas diferentes perspectivas. Note que ela, de fato, não possui ventoinha. Todo o calor é dissipado por dissipadores passivos que podem ser entrevistos por detrás da face (perfurada, para facilitar o escoamento de ar) da caixa que protege a fonte. Para quem não suporta o barulho da ventoinha e não precisa de uma potência elevada, é a fonte ideal.

Figura 2: A fonte 520 Fanless da Seasonic

Nota 03 – CURIOSO CASAMENTO

Tem gente que gosta de combinar coisas. Tem gente que não. Os que gostam, combinam as coisas mais estranhas. Por exemplo: uma das coisas interessantes que encontrei na feira foi esta curiosa combinação de gabinete com roteador, o Gabinete SG da coreana Yuhanhitec. Repare na figura. O gabinete, posso assegurar, é muito bem acabado. E, para quem gosta de gabinetes "chamativos", pode até ser bonito. O material parece de boa qualidade, como de resto toda a linha de gabinetes da empresa (confira no sítio da Yuhanhitec). Em suma, é um bom produto. Mas, por mais que se precise de uma rede WiFi, combinar roteador com gabinete me parece um exagero. Mais ou menos como combinar geladeira com lavadora de roupas. Estragou a lavadora, perde-se a geladeira. Afinal, para quem faz questão da configuração da foto, basta comprar um roteador e coloca-lo sobre o gabinete. E se desejar que fique fixo, basta prender com fita adesiva de dupla face. Mais fácil, mais simples e mais barato. Ou não?

Figura 03: Gabinete SG da Yuhanhitec

Nota 04 – UM PRÊMIO MERECIDO

O objeto que vocês veem à esquerda com a aparência de um anel é, de fato um anel. Mas um anel muito especial. Tão especial que foi um dos agraciados com a categoria Gold do cobiçado d&i Award (prêmio de projeto e inovação) da COMPUTEX. É um produto da Genius, velha conhecida dos usuários de mauses. E pode até ser usado como mause, se o dono assim o decidir. Funciona perfeitamente, embora não seja lá muito cômodo para este fim. Isto porque foi concebido com o objetivo de funcionar como controle remoto de apresentações. Ponha o bichinho no dedo, como mostra a figura, remova a peça que lembra um "pen-drive" mas na realidade é um receptor de sinais, encaixe-a em uma entrada USB do computador que contém sua apresentação (por exemplo, em Power Point) e passe a controlar o avanço e retrocesso dos slides, assim como a posição da seta na tela, premindo o botão preto ou deslizando o dedo sobre ele. E o melhor de tudo: não precisa trocar a bateria, basta recarregar de tempos em tempos sua bateria interna através de uma conexão USB. Para quem é professor, por exemplo, e costuma ilustrar suas aulas com apresentações, este produto é uma bênção. Eu que o diga...

Figura 4: Ring Presenter da Genius

Nota 05– PODEROSA PLACA-MÃE

A ECS (Elitegroup) ataca novamente com suas poderosíssimas placas-mãe da "Black Series". Concebidas para permanecerem ligadas ininterruptamente caso seja esta a vontade do usuário ("nonstop technology"), usam material de excelente qualidade e apresentam um desempenho e estabilidade acima da média. Abaixo vocês veem o modelo Z77H2-A5X Deluxe. Vem com "chipset" Intel 277, aceita todas as UCPs da terceira geração Core ("Ivy Bridge"), suporta memórias DDR3 2800 em duplo canal, SATA 3 e é uma das primeiras a oferecer o novo padrão de conexão Thunderbolt para a linha PC, um padrão de conexão de periféricos que suporta taxas de transferência de até 10 GB/s multiplexada em duplo canal (veja detalhes no verbete da Wikipedia em português sobre a interface Thunderbolt). Uma placa-mãe para gameiro nenhum botar defeito.

Figura 5: Placa-mãe Z77H2-A5X Deluxe da ECS

Nota 06 – MAIS UM CARREGADOR PORTÁTIL

No primeiro dia da feira, percorrendo o pavilhão TWCC Hall 1, encontrei um carregador portátil de celular tão interessante que cheguei a redigir uma nota sobre ele (a Nota 8 da coluna anterior). Usá-lo me pareceu mais vantajoso que carregar uma bateria sobressalente porque diante de uma eventual troca de aparelho celular não seria necessário comprar nova bateria. Mas exigia que, depois de esgotada sua carga, o próprio carregador tivesse suas baterias internas recarregadas em uma tomada de energia convencional. Pois bem, hoje, no estande da Teratrend no Pavilhão de Nangang, encontrei uma solução ainda mais engenhosa: um carregador para telefones celulares que dispensa tomada por usar pilhas comuns. Veja-o na figura. Vai passar alguns dias em um local (por exemplo, uma fazenda) onde há cobertura de sinal para seu telefone celular mas não é abastecido pela rede pública de energia? Compre um pequeno estoque de pilhas comuns, como as da figura, e leve-as com o carregador. Para carregar o telefone basta conectá-lo à porta USB exibida no detalhe. Você pode fazer isto tantas vezes quantas forem necessárias desde que disponha de um estoque de pilhas suficiente. Engenhoso, não?

Figura 6: Carregador de celular alimentado com pilhas

Nota 07 – CRIATIVOS APOIOS PARA MAUSE

Em uma feira como a COMPUTEX há de tudo, desde produtos de altíssima tecnologia até coisas simples mas nem por isto menos úteis e criativas. Vejam vocês, por exemplo, estes apoios para mause ("mousepads") da figura, fabricados pela chinesa Guangzhou Plastics Manufacturing Co, cujo representante informou que fazem grande sucesso no México e no Brasil. Apresentam uma superfície suficientemente áspera para o mause deslizar com suavidade e uma área bastante ampla para movê-lo com comodidade fazendo o ponteiro alcançar todas as regiões da tela (há outros modelos similares que podem ser admirados no próprio sítio da fabricante). E, como se pode notar facilmente na foto, todos os modelos são ergonômicos devido, especialmente, ao formato do apoio para o punho. Eu disse "punho"? Deveria ser "pulso". Mas, considerando o contexto...

Figura 7: Apoios para mauses

 


Comentários dos Leitores

B. Piropo

 


URL: http://www.bpiropo.com.br
Copyright Benito Piropo Da-Rin
WebMaster:
Topo da Página
Atualizada em
(MM/DD/AA) + Hora
Wagner Ribeiro ]